Avaré: 10 anos depois, “Casa do PCC” continua abandonada

A Bigorna 12/11/2019 08:40:00 2680 visualizações
# legenda: Casos de polícia

A Casa que ficou conhecida em todo o Brasil, por estar sendo utilizada pelo PCC (Primeiro Comando da capital), uma das facções que atua no Brasil e, principalmente no estado de São Paulo, permanece esquecida.

Mais de 10 anos depois a reportagem do Jornal A Bigorna esteve novamente no local, e constatou que a situação é a mesma – fechada/abandonada.

O local que poderia abrigar uma Unidade de Saúde, ou até mesmo um setor público, ainda permanece esquecida. Nota-se desde que ocorreu a descoberta, que a vontade política de conseguir a ‘casa do crime’, não move interesses dos políticos da cidade, até mesmo do atual prefeito.

Relembre a história:

No dia 18 de março de 2009, a polícia conseguiu, através do setor de inteligência, descobrir a residência, onde alguns homens cavavam astuciosamente um túnel, que desembocaria na Penitenciária Paulo Luciano de Campos, mais conhecida como P-1. A casa é localizada a poucos metros da P-1, pela Rua José Constâncio, que termina justamente ao lado do Presídio.

Túnel - O megatúnel tinha aproximadamente cerca de 140 metros e estava sendo executado pelo PCC para resgatar alguns líderes da facçãao que estavam, na época, presos em Avaré.

A sofisticação do material apreendido apontava para uma verdadeira obra de engenharia. O custo da fuga foi estimado em R$ 600 mil em 2009.

Polícia Civil - A Polícia Civil informou que o alvo do resgate do PCC eram Marcos Paulo Nunes da Silva, o Baianinho Vietnã; Edilson Borges Nogueira, o Biroska; Roberto Soriano, o Betinho Tiriça, Robson Lima Ferreira, o Marcolinha; Fabiano Alves de Souza, o Biano; e um detento conhecido como Prea.

Segundo a polícia, na época do escavamento, todo o custo estaria sendo financiado por Baianinho Vietnã. Segundo promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o detento era um dos homens mais fortes do PCC.

No imóvel, localizado nas imediações do presídio foram apreendidos cerca de 900 gramas de maconha, além de muitos equipamentos usados para a escavação e armamento pesado, inclusive carregadores e munição de fuzis AR 15.

Presos – Quando a polícia descobriu onde estava a origem do túnel, foram presas 6 pessoas acusadas de trabalhar na escavação do túnel, entre elas um adolescente de 16 anos e uma mulher - Cândida Márcia Santana Bispo. Os quatro homens são José Heleno Bezerra da Silva, 50 anos, Claudemir Aparecido Manoel, 26 anos, Jéferson William de Freitas, 18 anos e Marcos Aurélio da Silva, 20 anos.

Na época, segundo agentes penitenciários ouvidos, todos foram unânimes em dizer que o plano previa não somente o resgate, mas uma fuga em massa para desmoralizar o sistema prisional.

 

 

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@jornalabigornaavare.com.br