DIG prende dupla suspeita de extorquir vítima de furto de moto em Arandu

A Bigorna 06/02/2019 15:40:00 3855 visualizações
# legenda: Casos de polícia

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Avaré cumpriram na terça-feira, dia 05/02, mandados de prisão temporária contra dois homens, J. P. N. S. e L. C. S., com 28 e 32 anos respectivamente, suspeitos de terem extorquido a vítima do furto de uma motocicleta avaliada em R$ 25 mil, ocorrido no final do mês passado, em Arandu.

A dupla foi levada à Delegacia no final da tarde, onde prestou declarações sobre os fatos ao Delegado Fabiano Ribeiro Ferreira da Silva, que coordenou a toda a ação. Posteriormente, foram transferidos para a Unidade de Transição de Presos de Piraju, onde permanecerão detidos por cinco dias, prorrogáveis por igual período, desde que haja o interesse da investigação.

Após o registro do furto da motocicleta, uma Honda CB 500X, a vítima postou em uma rede social da Internet que daria uma recompensa em dinheiro para quem fornecesse informações sobre o paradeiro do veículo. Segundo apurado, a dupla conhecia a vítima e teria desavenças com a mesma. Assim, vislumbrou na situação a forma de ganhar dinheiro fácil.

Os suspeitos, de acordo com a DIG, pegaram o telefone celular da mãe de uma deles, compraram dois chips e cadastraram os números com os dados de uma terceira pessoa. Com isso, passaram a ligar para a vítima e dizer que se ela não pagasse o valor que eles queriam ( 2 mil reais), a motocicleta seria destruída.

A vítima pediu um sinal de que os suspeitos estariam com o veículo e após novo contato feito com eles foi até uma estrada rural em Arandu, onde encontrou o capacete e a placa no local que teria sido indicado pela dupla. Além disso, os comparsas também mandaram para o proprietário fotografias da motocicleta, que teria sido escondida em um matagal.

Com base nessas informações e outros dados coletados durante várias diligências, a DIG identificou e localizou os criminosos. Eles confessaram os fatos que caracterizaram o crime de extorsão, contudo negaram o furto. Também disseram que a motocicleta não está com eles e que teria sido “coincidência” o fato de a vítima ter achado o capacete e a placa. A Delegacia de Investigações Gerais de Avaré, no entanto, possui provas robustas de que eles estavam sim na posse do bem e, por isso, trabalha no sentido de indiciar eles também como autores do furto.

(Foto da motocicleta)

A hipótese mais provável, de acordo com os investigadores, é a de que a dupla resolveu destruir ou desmontou a motocicleta quando tomou conhecimento de que estava sendo investigada, na tentativa de eliminar indícios de envolvimento no furto.(Da Assessoria da Polícia Civil)

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@abigorna.com.br