• 174 Jornal A Bigorna 14/11/2021 09:50:00

    Palanque do Zé

    Essa é a coluna de número 171 aqui no Jornal A Bigorna, sob o nome “Palanque do Zé”.

    No Código Penal Brasileiro, o caput do artigo 171 tem a seguinte redação: “Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento”. A pena é de um a cinco anos de reclusão e multa.

    Pensando nessa nada saudável coincidência, hoje vamos falar de um hacker. Mas não de qualquer hacker. Falaremos de Jan Krissler, mais conhecido por seu pseudônimo Starbug.

    Ele é um cientista da computação alemão e hacker nas horas vagas.

    Seu trabalho mais conhecido foi driblar o os sistemas de segurança biométricos de celulares, em especial o TouchID do iPhone.

    Mas esse não foi o seu trabalho mais impressionante. Isso porque certa vez, conseguiu as impressões digitais do então Ministro do Interior alemão, Wolfgang Schäuble. Como? Filmando sua digital num vidro! Depois foi só utilizar um programa de edição de fotos e pronto.

    Mas não foi só. Em 2014, ele obteve êxito ao reproduzir a impressão digital da ministra da Defesa alemã, Ursula von der Leyens, a partir de uma foto tirada em alta resolução. Como ele conseguiu tal foto? No site de um jornal alemão.

    Apesar de suas atividades como hacker “do bem”, o “Ativista” Krissler também é um cientista publicado, sendo que seus trabalhos já tiveram como foco os sistemas de fibra óptica e o desenvolvimento de novos ataques em cartões inteligentes.

    Sobre suas peripécias com digitais, Krissler afirmou: “Os políticos devem usar luvas quando falarem em público”.

    Mas, piadas a parte, para Alan Woodward, professor da Universidade Surrey, biometrias que confiam em informações estáticas, como reconhecimento de face ou impressão digital não são fáceis de se falsificar, mas a maioria dos especialistas acham que esse tipo de sistema não é seguro, então “estão começando a procurar por opções onde a biometria ”considere também a existência de veias nos dedos e faça análise de gestos corporais”, por exemplo.

    OUTRAS NOTÍCIAS

    veja também