• Palanque do Zé #58 - Atenção: Você está sendo seguido!

    1116 Jornal A Bigorna 10/04/2020 18:00:00

    Palanque do Zé

    Vi na internet que o Estado de São Paulo vai monitorar o celular das pessoas para saber - via geolocalização - se estão acontecendo aglomerações.

    Parece difícil, mas não é. Basta que o Governo tenha acesso ao sinal 2g, 3g, 4g, 5g ou ainda ao sinal Wi-Fi do seu celular, que ele saberá onde você está, por meio da triangulação desses dados.

    Essa triangulação funciona da seguinte forma: Para que muitos aparelhos funcionem, inclusive o seu celular, é preciso que três satélites, ao menos, captem e enviem sinal à eles. Com base no tempo que esse sinal leva para fazer o caminho de ida e volta, é possível saber onde você está com uma precisão de cerca de 20 metros ou menos.

    E quem tem esses dados? Empresas telefônicas como Vivo, Claro, Tim, ou Oi, por exemplo. As gigantes da tecnologia como Facebook, Google, Microsoft e inúmeras outras, também.

    O ponto é que todas elas precisam do Governo para operar, então não preciso dizer mais nada, não é mesmo?

    Apesar de invasiva, a medida não é nova e será necessária para garantir o sucesso da quarentena, que deveria fazer com que cerca de 70% das pessoas ficassem em casa, o que não está ocorrendo, eis que apenas cerca de 49% da população está resguardada.

    Apesar de o Governo Bandeirante afirmar que não espiona a privacidade das pessoas individualmente, mas sim coleta dados sobre grupos de pessoas, convenhamos que não dá para termos certeza, pois a história nos mostra que tanto os Governos quanto os poderosos não são muito confiáveis.

     

    O problema é que o Governo Paulista identificou 13 municípios de médio porte no Estado, que afrouxaram as regras da quarentena e viram as aglomerações - e consequentemente o aumento dos casos de Coronavírus -  aumentarem. São eles: Araçatuba, Araraquara, Bauru, Campinas, Marília, Piracicaba, Santos, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e Votuporanga.

    Se a quarentena não funcionar direito e os casos de COVID-19 aumentarem demais, o SUS não vai dar conta de internar todos os que precisarem e certamente o Governador terá que endurecer as regras de distanciamento social, decretando toques de recolher e etc.

    Atualmente a Polícia Militar já está autorizada a dar orientações à população, como também evitar aglomerações, inclusive prendendo os infratores, então é melhor o povo que gosta de bater pernas ficar mais esperto!

    OUTRAS NOTÍCIAS

    veja também