Vereadores farão vistoria em propriedade de secretário de Avaré

A Bigorna 21/05/2020 16:30:00 1284 visualizações
# legenda: Denúncia

Durante toda manhã da quinta-feira, 21, nove dos treze vereadores avareenses ouviram as alegações de Abelardo Ferreira Mendes, atual responsável pela Secretaria de Serviços da cidade, quanto a um suposto favorecimento em recebimento de terra para sua propriedade, o haras Quality Ranch.

 

A denúncia foi publicada no jornal A Voz do Vale na última semana e gerou um convite, por parte da Mesa Diretora da Câmara, para que o agente público desse sua versão quanto aos depoimentos e fotos ligadas à acusação. Como medida paliativa, os parlamentares acharam, por bem, realizarem uma vistoria na propriedade rural durante a manhã da próxima sexta-feira, 22.

Abelardo Mendes compareceu à Câmara Municipal por volta das 10 horas, acompanhado por outros representantes da Prefeitura. Devido aos cuidados ligados à pandemia do coronavírus, foi respeitado distanciamento entre os presentes, bem como o uso obrigatório de máscaras. Segundo denúncia, a empresa A3 Terraplanagem e Engenharia supostamente teria descarregado caminhões de terra na área pertencente ao secretário. A terra em questão seria, por sua vez, original de um empreendimento ainda em execução às margens da represa, em parceria com a Prefeitura.

Secretário favorecido - Em sua fala, Mendes voltou a classificar o material depositado em sua propriedade como expurgo ou supressão vegetal: o engenheiro defendeu que a terra, na verdade, é um composto de raízes, material contaminado e que possibilita baixa compactação.

Segundo ele, a substância foi deixada em seu Haras como forma de economia para o município, evitando-se o custo do deslocamento da área até o aterro de resíduos sólidos de Avaré, trajeto estimado, entre ida e volta, em 22 quilômetros. “Essa é uma prática normal, comum, na engenharia civil de todo país. Tudo feito dentro do horário comercial e às claras”, disse ao afirmar que a área está aberta à visitação para que sejam comprovadas suas afirmações. Além da sua propriedade, o citado expurgo também foi levado a outras duas fazendas, com o devido consentimento de seus proprietários.

Ele foi questionado pela maioria dos vereadores presentes – Ernesto Ferreira de Albuquerque, Adalgisa Lopes Ward, Carlos Alberto Estati, César Augusto Luciano Franco Morelli, Sérgio Luiz Fernandes, Francisco Barreto de Monte Neto, Antonio Angelo Cicirelli, Jairo Luiz de Azevedo e Marialva Araújo de Souza Biazon. No final, chegou-se ao consenso de uma visita ao espaço em questão, marcada para a manhã da sexta-feira, a partir das 09hn30.

“Existem dúvidas e o mecanismo, para tanto, é a investigação. Não podemos fechar os olhos quando há clamor público”, destacou Ernesto Albuquerque, em justificativa à averiguação no local.

 

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@jornalabigornaavare.com.br