• Empresário que disparou contra casal durante briga de trânsito é preso

    987 Jornal A Bigorna 19/06/2024 15:00:00

    O empresário Adriano Domingues da Costa, procurado por atirar contra carro de casal em Boituva (SP), na Rodovia Castello Branco, na sexta-feira (14), foi preso em Alumínio (SP) no início da tarde desta quarta-feira (19).

    Segundo a polícia, Adriano teve o carro interceptado por policiais e acabou detido, pois tinha um mandado de prisão contra ele.

    Adriano  estava a caminho da delegacia de Itapetininga, onde iria se entregar.

    O empresário foi transferido para a Delegacia de Investigações Gerais (Dig) de Itapetininga onde deverá prestar depoimento durante a tarde desta quarta. Em seguida, deverá ser encaminhado para unidade carcerária da região.

    Ele é investigado desde quando usou uma pistola com numeração raspada para atirar contra Gabrielle Gimenez e William Isidoro, durante uma briga de trânsito na Rodovia Castello Branco (SP-280). Além disso, a Delegacia Seccional de Itapetininga informou que Adriano não tem porte nem registro da arma.

    No domingo (16), os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa de Adriano em Mairiporã (SP), onde apreenderam um cofre, uma tonfa - tipo de arma branca originária das artes marciais de Okinawa, no Japão - e o passaporte do suspeito.

    Segundo a polícia, este cofre que foi apreendido na residência de Adriano será aberto na presença dele na delegacia.

    Na tarde de segunda-feira (17), o advogado de Adriano havia entregado a pistola calibre.380 usada no ataque à polícia, além de pedir para que a Justiça reconsiderasse o mandado de prisão temporária contra ele. Porém, a Justiça negou o pedido da defesa e o homem era considerado foragido até a manhã desta quarta-feira.

    O caso é investigado pela Polícia Civil como tentativa de homicídio por motivo fútil.(Do G-1)

    OUTRAS NOTÍCIAS

    veja também