Gastos com Emapa consomem metade do orçamento da Secretaria da Cultura

A Bigorna 29/11/2019 05:00:00 2143 visualizações
# legenda: Emapa - Avaré

Com gasto estimado em R$1,8 milhões, a 51ª Emapa tem início nesta sexta-feira, 29, no Parque de Exposições Fernando Cruz Pimentel. A grade milionária de atrações tem início com a dupla Matheus e Kauan que custou R$ 170 mil aos cofres da Prefeitura. No sábado (28) é a vez de Simone e Simaria, que detém um dos shows mais caros (R$330 mil) subirem ao palco. No domingo (29) a atração é Gian e Giovani que foram contratados por R$120 mil. As despesas da festa consomem quase metade do orçamento da Secretaria da Cultura, que em 2019 foi de R$4 milhões.

Na semana seguinte, o cronograma de shows começa com Rick e Renner na quarta-feira (4), cuja dupla representa o valor mais baixo da grade: R$ 65 mil. Por outro lado, na quinta-feira, é a vez de Zé Neto e Cristiano, detentores do orçamento mais alto da Emapa junto com Jorge e Matheus (R$400 mil cada), que sobem ao palco no domingo (8). Já na sexta-feira (6) a atração será Anitta e Kevinho (R$280 mil) e sábado (7), Gustavo Mioto, contratado por R$ 120 mil.

SILAGEM – Mesmo sendo motivo caso de Ministério Público no ano passado, a Prefeitura desembolsou quase R$ 80 mil com 200 toneladas de silagem para animais. A polêmica da última edição da Emapa se deu em torno da sobra de silos que teria sido “abandonada” no parque de Exposições. À época, os vereadores Flávio Zandoná e Adalgisa Ward recorreram ao MP e ao Tribunal de Contas do Estado para denunciar o destino da sobra de silagem. O secretário de Agricultura e Abastecimento, Ronaldo Villas Boas garantiu que o excedente de silo seria armazenado para a próxima edição da Emapa.

Além dos shows e alimentação dos animais, a Prefeitura gastou mais R$ 300 mil para fechar contrato com a empresa responsável pelo direito de exploração do evento. Somando atrações, segurança e julgamento das provas, as despesas chegam aos R$2,3 milhões.

NAS REDES SOCIAIS – Por um lado, a expectativa é grande, mas por outro, muitos moradores expõem sua insatisfação quanto à falta de investimento da Prefeitura nos setores ditos “prioritários”.  Na tarde de quarta-feira, 26, um internauta relatou que o bairro Jardim Califórnia foi alagado durante as fortes chuvas e que por esse motivo, muitos veículos ficaram ilhados. “Abri um requerimento de urgência sobre o não planejamento do escoamento das águas, pois cheguei em casa e encontrei dificuldades para sair do carro. Duvido que algum carro da Prefeitura chegue até aqui”. Ao ver o relato do munícipe, outros internautas se manifestaram criticando o prefeito Jô Silvestre. “Me desculpe, você mora no Caminho da Emapa? Caso o contrário, esqueça!”, destacou C.M.

NA CÂMARA – As despesas com o evento mais uma vez foram pauta para os vereadores da oposição na última sessão ordinária. Toninho da Lorsa não deixou de alfinetar Jô Silvestre pelo atraso nos repasses às entidades assistenciais do município. Segundo ele, graças a Feira das Nações, a Apae conseguiu arrecadar mais de R$ 60 mil “A Apae conseguiu arrecadar esse valor após a realização da feira, é a mesma entidade que o prefeito muitas vezes não repassa em dia a verba destinada. Mas a Emapa vai acontecer”, destaca.

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@jornalabigornaavare.com.br