• Palanque do Zé #57 - Aos poucos, Bolsonaro vai afinando o discurso

    1080 Jornal A Bigorna 09/04/2020 10:00:00

    Palanque do Zé

    Na noite de ontem, o Presidente Jair Bolsonaro voltou à televisão para se dirigir ao povo brasileiro. Nesse segundo discurso mais moderado e dentro daquilo que se espera de um Chefe de Estado, apontou os feitos de sua Administração visando combater o COVID-19 e explicou que as quarentenas que ocorrem por todo o território nacional, mas não em todo ele, é de responsabilidade dos Prefeitos e Governadores, exclusivamente.

    A versão equilibrada de Bolsonaro é tudo o que precisamos para enfrentar essa guerra. Seus arroubos ideológicos ou crises de ciúmes contra Mandetta - que tem feito um trabalho irrepreensível até aqui, não nos ajuda a sair desse lamaçal que não é brasileiro, mas sim mundial.

    O Presidente precisa entender que se Mandetta acertar e nos tirar dessa crise mais ou menos de pé, quem terá acertado de verdade será ele, que o nomeou. Para o bem ou para o mal, o destino de um está nas mãos do outro. E o destino dos brasileiros está nas mãos deles.

    Mas, olhando adiante, assim que sairmos dessa crise, precisamos decidir o que fazer com a China. Sabe-se há cerca de treze anos, mais ou menos, que o hábito que os chineses têm de comer animais silvestres (em especial os morcegos), tinha potencial para acabar nessa desgraça que estamos vivendo em nossos dias. E não o fazem por necessidade, mas sim por tradição. E isso deveria ter sido controlado pelo Governo Chinês, que não passa de uma ditadura comunista disfarçada de República.

    E, antes que algum espertinho diga que o morcego cozido não tem a capacidade de transmitir o vírus para os humanos, vale lembrar que eles estão muito bem vivos quando são caçados. E é na fase da caçada que os seres humanos entram em contato com as fezes e saliva desses mamíferos contaminados.

    Nunca se esqueça: Só existe a caça a qualquer animal, se houver algum tipo de interesse social rentável por ele, quer seja pelo marfim, pele ou carne. Ninguém caça animais se não conseguir tirar proveito disso.

    Trump está certo quando diz: "A OMS recebe uma grande quantidade de dinheiro dos EUA, somos responsáveis pela maior parte do dinheiro. Eles [os integrantes da OMS] criticaram e discordaram da minha proibição viagens na época. Eles estavam errados, sobre muitas coisas. Eles tinham muitas informações com antecedência e não quiseram agir. Eles parecem ser muito centrados na China".

    E é exatamente isso. Até agora, ninguém - a nível de autoridade internacional - ousou obrigar a China a arcar com as consequências desastrosas de sua ineficiência sanitária. E isso precisa mudar.

    --- -- ---

    Para saber mais sobre ser de conhecimento público que a ingestão de animais silvestres fatalmente nos levaria à uma Pandemia, acesse:

     https://saude.abril.com.br/medicina/coronavirus-pandemia-zoonose/

    OUTRAS NOTÍCIAS

    veja também