• 713 Jornal A Bigorna 02/08/2021 08:30:00

    Palanque do Zé

    Palanque do Zé #156 – Medalhista Olímpica, Rebeca Andrade pensa que é bonito ser feio

    Quando eu era criança e aprontava alguma travessura, minha Avó dizia: Você pensa que é bonito ser feio?

    Eu não pensava, e me envergonhava ainda mais por ter agido em desacordo com o que minha Avó esperava, quando ela contava tudo para a minha Mãe.

    Mas os tempos mudaram para pior – infelizmente - e os erros agora são mundialmente conhecidos instantaneamente.

    Rebeca Andrade conseguiu a primeira medalha olímpica de uma ginasta no Brasil, o que seria motivo de muito orgulho para toda a nação. Mas conseguiu estragar tudo tendo escolhido para embalar a sua apresentação solo, a “música” denominada “Baile de Favela”, que é uma verdadeira excrescência.

    Segue um trecho, com censura, da “música” porque essa é uma coluna de família:

    “Ela veio quente, e hoje eu tô fervendo

    Que ela veio quente, hoje eu tô fervendo
    Quer desafiar? Num tô entendendo
    Mexeu com o R7, vai voltar com a x*** ardendo (vai)

    Que o Helipa, é, baile de favela
    Que a Marcone, é, baile de favela
    Que a São Rafael, é, baile de favela
    E os menor preparado pra f**** com a x*** dela (vai)

    Eliza Maria, é, baile de favela
    Invasão, é, baile de favela
    E as casinha, é, baile de favela
    E os menor preparado pra f**** com a x*** dela (vai)”.

    Sim, nesse pequeno trecho, temos incitação a pedofilia e ao estupro, já que “casinha” é para onde as mulheres – muitas vezes, menores de idade – são levadas para sofrerem violência sexual nas favelas.

    Os crimes de estupro e pedofilia (ou estupro de vulnerável, juridicamente falando) estão entre os mais graves previstos pelo Código Penal Brasileiro, com penas que podem chegar a 15 e 30 anos respectivamente, a depender das agravantes.

    Apesar de ser o pior de nossa cultura, Rebeca não pensou duas vezes ao nos envergonhar perante o Mundo todo. Ao vivo e a cores.

    E a grande mídia não fez o óbvio, que era questionar se a nossa Atleta Olímpica achava bonito ser feio. Muito pelo contrário. Vejamos alguns exemplos:

    R7: Ao som de Baile de Favela, Rebeca Andrade é prata em Tóquio 2020

     Band Sports: Cantor de “Baile de Favela”, MC João comemora medalha de Rebeca Andrade: “prata, p...!”

    Yahoo: ‘Baile de favela’ que deu medalha de prata ao Brasil contagia moradores da Maré: ‘Imagina quantas meninas poderão ser uma Rebeca?’

    Lance: Autor de ‘Baile de Favela’, MC João celebra prata de Rebeca Andrade: ‘Vitória do funk’

    O Globo: Baile de Favela: hit que embalou Rebeca Andrade na Olimpíada teve aumento de 40% em plataforma de streaming

    Carta Capital: Baile de Favela, tema da medalhista Rebeca Andrade, é o Brasil real

    O Fuxico: Baile de Favela: Rebeca Andrade faz bonito e MC João fica em alta

    Estado de Minas: Com Baile de favela, Rebeca Andrade projeta o perseguido funk mundialmente

    É isso mesmo. Nenhuma crítica, apenas exaltação ao erro cometido.

    É esse o Brasil que você deseja para seus filhos e netos?

    OUTRAS NOTÍCIAS

    veja também