• Unidade da CEAGESP em Avaré recebe 5 mil mudas de eucalipto

    Avaré
    913 Jornal A Bigorna 29/11/2021 18:50:00

    A unidade armazenadora da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP) em Avaré, que fica a 263km da capital paulista, recebeu na semana passada a doação de 5 mil mudas de eucalipto para plantio na área da companhia localizada no Jardim Paineiras. As plantas foram doadas pelo Instituto Refloresta, de Pilar do Sul (SP), sem custos para a CEAGESP.

    De acordo com o agente comercial Felipe Ribeiro, que atua no Armazém Graneleiro de Avaré (AGAVA), a doação das mudas vem como um benefício adquirido pela CEAGESP ao comprar madeira para uso na rede de armazenagem. “Quando compramos lenha para a secagem de grãos, temos um benefício que gera um score para pedir mudas a essas instituições de reflorestamento”, explica.

    O plantio das mudas recebidas começou na quinta-feira (25) pelos próprios funcionários do AGAVA após a preparação do terreno. “Primeiro roçamos todo o pátio, passamos um herbicida, fizemos a medição e plantamos numa escala de três por dois metros. As covas foram feitas manualmente com cavadeiras e os buracos ficaram com 20 centímetros de profundidade”, detalha Ribeiro.

    O Departamento de Armazenagem (DEPAR) da CEAGESP busca constantemente identificar espaços disponíveis nas unidades do interior para realizar o plantio de árvores. A iniciativa traz benefícios ambientais e econômicos. As mudas de eucalipto, por exemplo, dentro de 4 a 6 anos poderão ser usadas como matéria prima no processo de secagem dos grãos da rede armazenadora. “Essa medida permite uma economia futura na aquisição de madeira, que, hoje, é adquirida por licitação”, destaca Alexandre Campos, da Seção de Controle Fitossanitário (SECOF) da CEAGESP, que é coordenador de operações na rede de armazenagem.

    “Além disso, em determinas situações, as árvores podem servir como barreira física para evitar a propagação de ruídos e, também, podem servir como barreira para contenção de partículas provenientes da movimentação nos armazéns, que, eventualmente, ‘escapam’ do sistema de aspiração de pó”, complementa Campos.

    Plantar mudas de árvores também está alinhado às ações ecologicamente corretas e sustentáveis da CEAGESP. “Devemos considerar ainda a sensação de bem estar proporcionada pela vegetação aos seres humanos”, diz Campos. Em Avaré, a expectativa é que todas as 5 mil mudas de eucalipto sejam plantadas até a próxima semana.

    OUTRAS NOTÍCIAS

    veja também